São Roque – Conjunto Novo Mondubim

 

No início, esse santo peregrino é mencionado nos cultos contra o terrível flagelo da peste.

Aos 20 anos, ficou órfão e distribuiu sua herança entre os pobres. Quando partiu em peregrinação para Roma, teve o primeiro contato com as vítimas da peste, às quais não ocultou ajuda apesar dos riscos que corria, operou as primeiras curas milagrosas nessa época.

Assim, Roque foi peregrinando, seguindo sobretudo o caminho da misericórdia. Quando passava por Placência, foi contagiado pela doença.

Para não incomodar ninguém, saiu à procura de um lugar deserto a fim de morrer na solidão. Mesmo assim, sobreviveu graças a um cachorro sem dono que roubava pão para que o santo se alimentasse.

Quem o encontrou foi o patrício Gotardo Pallastrelli, que o hospedou em sua casa até a total recuperação. Quando isso aconteceu, saiu de Placência, mas foi preso ao ser confundido com um espião. Morreu na prisão cinco anos depois, em total esquecimento.

fonte: http://www.santoprotetor.com/sao-roque/